Acordo que permitia atraso de 6 meses em obra sem multa é barrado

27/06/2012 - Folha de São PauloMARIANA SALLOWICZDE SÃO PAULOO Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo barrou o acordo que permitia às construtoras atrasar em até seis meses, sem pagar multa, as obras de imóveis vendidos na planta.O acerto estava em vigor havia nove meses, desde setembro, quando, diante do aumento dos atrasos, o…